Redução de gastos nos condomínios

Um dos princípios de uma boa administração do condomínio é saber de forma transparente, para onde vai o dinheiro arrecadado mensalmente.

Para ajudar na redução e controle de gastos, os condôminos e síndicos podem contar com ferramentas que possam auxiliar nos principais custos.

Uma tabela de despesas e gastos por exemplo é uma dica interessante para que o síndico perceba se a contribuição mensal está sendo bem aplicada.

Setores como folha de pagamento de funcionários e os encargos chegam a custar 50% do total da taxa condominial, seguido de 25% de gastos com manutenção e conservação, 15% com despesas fixas ( como água,luz,etc) e 10% com despesas relacionadas a seguro de incêndio, fundo de reserva, etc.

Leia Mais

4 Dicas Para o Controle Financeiro de Condomínio

Controle Financeiro do Condomínio

A gestão de um condomínio pode ser comparada à gestão empresarial, já que, assim como em uma empresa, no condomínio há funcionários que trabalham para garantir o conforto, a segurança e o bem-estar dos moradores.

Mas é claro que tudo isso tem um custo que deve ser controlado para evitar problemas, e esse é o papel do síndico.

O síndico do condomínio recebe os valores pagos pelos residentes através da taxa de condomínio, e tem o dever de fazer um uso adequado destes recursos, para atender as necessidades dos condôminos.

O uso indevido dos valores ou a falta de prestação de contas pode gerar dúvidas, afetar a credibilidade e trazer problemas para a administração do condomínio.

Sendo assim, o controle financeiro do condomínio deve ser realizado com muito cuidado e atenção para que seja impecável.

Leia Mais